Pesquisa
.: Home
.: Contato
.: Mensagens para ler
.: Mensagens em Áudio
.: Textos de outros
.: Ouça online
.: Links interessantes
.: Aconselhamento
.: English version
.: Pesquisa
.: Recomende
Mensagens para ler
Enviar para um amigo | Versão para impressão | Voltar |  Recomendar
Jesus é o centro de tudo!
Encontro com a Vida

Você já parou para observar como tudo em nossos dias gira em torno do homem?

No pensamento dos nossos dias o homem é o centro de tudo, a razão de tudo e o propósito de tudo. E por isso, o que importa são os seus sonhos, projetos, vontades, prosperidade, sucesso, realização e felicidade pessoal.

Tudo funciona como se o homem fosse o centro de todo o Universo e tudo mais tivesse que girar e gravitar em torno dele e em função dele. É como todas as coisas existissem por ele, em função dele, por meio dele e para ele.

Mais vai além, porque para muitas pessoas, elas são o centro do Universo. Tudo tem que funcionar em função delas, de seus sonhos, alvos, projetos, vontades, caprichos, opiniões e total bem estar. Parece mesmo que elas pensam que todos existem para fazê-las felizes e realizadas. Todos, até mesmo Deus.

Para muitas pessoas, se Deus existe é acima de tudo para fazê-las felizes e realizar os seus sonhos e projetos.

Se você acha que é diferente no meio daqueles que falam muito de Deus, pense de novo.

Na verdade, quando eu penso nas letras das canções que mais são cantadas em nossos dias, nos temas e conteúdos de muitas pregações, nos assuntos de muitos livros cristãos da atualidade, nos chavões, frases de efeito e palavras de ordem que são usadas por tantas pessoas falando em nome de Deus, o que eu percebo claramente é que o centro é o homem.

Muitas pessoas estão falando em nome de Jesus, alinhavando dezenas de textos da Bíblia para provar o que estão falando, cantando, chorando, rindo, pulando, dançando, fazendo declarações de amor, dando testemunhos de sucesso, conquistas e realizações e fazendo muitas coisas em nome de Deus, mas o centro de tudo continua sendo o homem.

Não é à toa que as palavras mais usadas hoje são realização, conquista, poder, sonhos, alvos, metas, projetos, propósitos, autoridade, alcance, sucesso, prosperidade, vitória e honra.

Pense.

Eu poderia sugerir que voltássemos às páginas do Novo Testamento, ao tempo dos primeiros discípulos de Jesus, e pensássemos a respeito de como eram as coisas naquela época, mas se voltarmos apenas cem anos atrás e pensarmos sobre quais eram as letras dos hinos, os conteúdos das pregações, o estilo de vida, os temas dos livros e a motivação das pessoas que falavam em nome de Cristo e se diziam seus seguidores, já seria bastante.

Será que você já percebeu alguma diferença?

A Bíblia, falando em Deus, diz que “dele, por meio dele e para ele são todas as coisas”.

Em outras palavras, tudo pertence a Ele, existe por causa dele, por meio dele e para ele. Ele é o centro de tudo. Na verdade, sem Ele, nada existiria.

A Bíblia diz que em Jesus foram criadas todas as coisas que existem nos céus e na terra, visíveis e invisíveis. Absolutamente tudo foi criado por Ele e para Ele.

Jesus é antes de todas as coisas e todas as coisas só subsistem ou continuam a existir por meio dele. É daí que em tudo Ele tem a preeminência, a primazia ou o primeiro lugar e nele habita toda a plenitude. Em outras palavras, Cristo é o centro de tudo.

E se você perguntar por que é assim, a Bíblia diz que é porque foi do agrado do nosso Pai Celestial.

Agora, graça, amor, misericórdia, compaixão, bondade, justiça, perdão, humildade, modéstia, simplicidade, singeleza, liberdade, gratidão, humanidade, generosidade, cuidado com os pobres, doentes, rejeitados e excluídos são as realidades que nós mais fortemente podemos ver na vida de Jesus. Era assim que Ele era.  

Enquanto os religiosos do tempo dele se achavam justos, eram arrogantes, cheios de juízos e ódio e amavam a glória dos homens, o dinheiro, o poder e o reconhecimento social, se preocupando mais em manter suas posições e autoridade no meio do povo do que qualquer outra coisa, Jesus, com muito amor, graça, compaixão, simplicidade e verdade, estava convidando a todos que estavam cansados e sobrecarregados a irem a Ele e encontrarem descanso para as suas almas.

Pense sobre isto.

Veja que Jesus é o Centro de tudo, o Senhor de tudo, o Dono de tudo, a Razão de tudo, o Propósito de tudo, o Soberano do Universo, mas é manso e humilde de coração. Ele é bom, misericordioso, compassivo, justo, generoso e rico em graça. A prova disto, acima de tudo, está na cruz, onde Cristo deu a Sua vida em nosso lugar. O Justo morreu pelos injustos para levar-nos a Deus.

Daí que nós não somos o centro do Universo. Na verdade, sem Deus nós nem mesmo existiríamos e sem a Sua graça, bondade e generosidade nenhum de nós ainda estaria aqui. É Ele quem a todos dá a vida, a respiração e todas as coisas, sendo generoso até com os ingratos e maus. Ele é o centro, a razão e o propósito de tudo.

Posso sugerir a quem quer conhecer a Cristo, ser Seu discípulo e andar com Deus, com simplicidade e verdade, que nós todos precisamos voltar aos Evangelhos e aprender o caminho?

As palavras que descrevem nossas atitudes, buscas, valores, importâncias e modo de viver precisam ser as mesmas que descreviam a Jesus e aquilo pelo que nós somos conhecidos precisa passar a ser o mesmo pelo qual Ele foi conhecido.

É claro que somos humanos, quebrados, falhos, imperfeitos, limitados e estamos todos aprendendo, mas este é o alvo.

O convite é para que nós creiamos em Jesus e sigamos a Ele. Porque dele, por meio dele e para ele são todas as coisas.

Que a graça de Cristo nos conquiste e transforme para o louvor da Sua glória.

Paulo Cardoso

Enviar para um amigo | Versão para impressão | Voltar |  Recomendar